Nem todos os homens mentem, e nem todas as mulheres prestam. Crianças as vezes, pode fazer mal, e cachorros nem sempre vão ser bons. Não é só os negros que sofrem preconceito racial, coloca um albino no meio de vinte negros pra ver o que acontece. Nem todos os políticos nasceram corruptos, e nem todas as policias fazem o mal. O problema, é que a sociedade generaliza demais. O problema é que existe um pra falar do bem, e cem pra ensinar o mal.

pervertidex:


Posted 13 Setembro 2014, Há 1 dia | 5.277 notas | reblog this post
(originally prince--flamenguista / via heartsertanejo)

Capitulo 16 "Fanfic Novaes" 2T

  • Acordei subitamente, sonhei que estava caindo, senti alguém me abraçando, bom, praticamente me segurando, como se estivesse me impedindo de fugir! Era o Gabriel, ele tinha a respiração calma na minha nuca, mas seus braços me apertavam, não de um jeito ruim, estava frio, e estávamos cobertos por um lençol fino, fiquei grata por ele estar com os braços em volta de mim, aos poucos que eu fui acordando, as lembranças da madrugada invadiam minha mente!
  • Eu: Porra! - falei um pouco alto, mas o Gabriel nem se mexeu. A boate, a musica pesada, muita bebida, o Gabriel! No banheiro, no carro, no carro novamente, na sala da casa dele, no quarto, no chão, na cama - Ai meu Deus! - senti o Gabriel se mexer ao meu lado.
  • Gava: Bom dia! - fez carinho na minha nuca com o nariz.
  • Eu: Bom dia, moço! - sorri e me encolhi, por conta do frio - A gente chegou que horas?
  • Gava: O dia já estava amanhecendo.
  • Eu: Nossa! - sorri.
  • Gava: Você estava bem animada, né?
  • Eu: Talvez! - ele soltou uma risada contra meu pescoço, o que me fez ficar arrepiada, ate que eu olho o relógio, eram onze e vinte - Ah que merda!
  • Gava: O que foi?
  • Eu: Era para as 8 eu estar lá na empresa do Bruno!
  • Gava: E que horas são?
  • Eu: Quase onze e meia! - ele levantou praticamente correndo - Ôu! O que foi?
  • Gava: Eu tenho que arrumar minha mala e estar no aeroporto, no máximo, a uma e meia da tarde! Droga!
  • Eu: Vai tomar um banho, eu peço comida e arrumo sua mala!
  • Gava: Eu ate recusaria em outras circunstancias, mas, hoje eu realmente preciso! Obrigado!
  • Eu: Você está atrasado por minha culpa, é o minimo que eu posso fazer! Quais roupas eu pego?
  • Gava: O armário do segundo quarto tem roupas que eu uso pra viajar! Ai você escolhe! Vou passar duas semanas viajando, ai tem shows, entrevistas, algumas festas, e etc... Ai você pode colocar bastante roupa! - ele sorriu e foi tomar banho, pedi comida mexicana e fui separar as roupas dele, uns vinte minutos depois ele aparece no quarto apenas com a toalha enrolada na cintura, cabelo molhado e bagunçado, gotas de água ainda escorriam pelo seu corpo.
  • Eu: Bela visão! Cê ta malhando muito, em?!
  • Gava: To muito gostoso, né? - ele falou, soltando uma risada e se gabando.
  • Eu: É, da para o começo... - me virei e voltei a ajeitar a mala dele.
  • Gava: Não foi o que você disse ontem! - falou perto do meu ouvido.
  • Eu: Ah é? - me virei para o olhar - E o que eu falei? - ele estreitou os olhos e chegou mais perto, e mais perto, depois afundou sua cabeça em meu pescoço e distribuiu vários beijos por ali.
  • Gava: Você falou exatamente assim: Ah - soltou um gemido no meu ouvido - Gabriel! - ele passou a mão pela minha cintura e apertou - Isso! - falava em gemidos - Ah que gostoso! - eu lembrava muito bem da noite passada, e ver ele gemendo assim no meu ouvido, fiquei grata por a mão dele estar na minha cintura me segurando, porque minhas pernas já não tinham mais forças - Mais! - mordeu o lóbulo da minha orelha, respirei fundo, esse tempo que eu passei fora, sem ficar com ninguém, me deixou altamente vulnerável a esse tipo de chantagem misturada com charme do Gabriel.
  • Eu: Ah é? Não me lembro de ter falado isso! - empurrei ele e fui em direção ao guarda roupas, tentando recobrar os sentidos e o controle das minhas pernas.
  • Gava: Samylle, Samylle! - falou em tom de advertência, olhei para ele com a cara mais sínica possível - Não brinca com fogo!
  • Eu: Eu? - dei um sorrisinho de lado - Brincando? Que isso! Faço essas coisas não, moço! - me virei novamente para ver algumas blusas dele, de repente senti ele apertando meu braço muito forte, ele me puxou e me jogou contra a porta do guarda roupas que estava fechada, fazendo com que eu ficasse de costas para ele.
  • Gava: Tem certeza que não lembra? - me apertou mais contra a porta do guarda roupas.
  • Eu: Hum... - revirei os olhos como se estivesse procurando algo na minha memoria - Certeza absoluta! - ele me movimentou tão rápido que eu mal vi o que aconteceu, só senti os lábios dele contra os meus, ferozmente!
  • Gava: Tudo bem! - ele trilhou uma forte trilha de beijos da minha orelha ate onde a gola da blusa dele, que eu estava vestindo, cobria - Eu te faço lembrar! - ele voltou a beijar minha boca, e foi ai que eu lembrei que ele estava atrasado.
  • Eu: Gabriel! - tentei afastar ele de mim - a gente não pode, você esta atrasado! - ele olhou para o relógio.
  • Gava: Não vou precisar de muito tempo para te fazer lembrar de ontem a noite! - voltou a me beijar, senti as mãos dele na gola da camisa e em seguida só escutei o tecido sendo rasgado, eu ia falar algo, mas ele não deixou, empurrei a toalha dele.
  • XXX: Ai meu Deus, Gabriel!
  • Alguém praticamente gritou, imediatamente o Gabriel puxou o lençol da cama e me cobriu, logo em seguida ele pegou a toalha, enrolou na cintura e saiu furioso do quarto, batendo a porta. Peguei outra blusa dele e uma calça de moletom e vesti, terminei de arrumar a mala dele e o Evandro, o assessor do Gabriel, apareceu na porta do quarto.
  • Evandro: Desculpa pelo susto! - o Gabriel apareceu logo atrás - Eu não sabia que tinha alguém aqui, e o cara ai - apontou para o Gabriel que pegava uma roupa para vestir - marcou de me encontrar ao meio dia, ai deu a hora e ele não apareceu, resolvi passar aqui!
  • Eu: Tudo bem! Ele se atrasou porque ontem a gente foi comemorar meu aniversário!
  • Evandro: É, ele me contou! - ele sorriu - Pelo menos a mala ele arrumou! Colocou tudo?
  • Gava: Na verdade, foi a Samylle que arrumou!
  • Eu: Eu coloquei tudo, blusas normais, sociais, regatas, calças, bermudas, meias, cuecas, tudo!
  • Evandro: Ok, você já pode casar com ela! - falou para o Gabriel.
  • Gava: Se ela aceitasse...
  • Eu: Ok, eu irei me arrumar para ir para minha casa! - sai praticamente correndo do quarto, me arrumei, e os meninos me deram uma carona para casa.

Posted 7 Setembro 2014, Há 1 semana | reblog this post
#Fanfic2 #Novaes
“Quando as coisas ficam difíceis, eu coloco meus fones de ouvido e ouço minhas músicas favoritas. A música me leva para um lugar melhor. Espero que ela possa ajudá-lo também.”
Chuck Comeau ♪ ♫


Posted 6 Setembro 2014, Há 1 semana | 53 notas | reblog this post
(originally unicoamorjem / via sertane-j0)

Posted 6 Setembro 2014, Há 1 semana | 54.815 notas | reblog this post
(originally itcuddles / via o-d3stino)

Posted 6 Setembro 2014, Há 1 semana | 1.335 notas | reblog this post
(originally avexada / via poxa-m0rena)

O ruim é que esse “filho da puta” é a sua própria mãe…


Posted 6 Setembro 2014, Há 1 semana | 18.794 notas | reblog this post
(originally a-interrogada / via poxa-m0rena)
Anônimo
Hoje eh dia do que ?

festeiro:

Hoje é dia do:

  1. SEXO
  2. Coito
  3. Cópula
  4. Transa
  5. Dar uma galada
  6. Dar uma linguada
  7. Dar uma pirocada
  8. Dar uma piruzada
  9. Dar uma pregada
  10. Dar uma pressão
  11. Botar o dedo no bolo
  12. Botar o gargalo pra dentro
  13. Botar o garoto pra ralar
  14. Botar o moleque pra babar
  15. Amorzinho gostoso
  16. Uma rapidinha
  17. Libertinagem
  18. Dar no couro
  19. Bater o prego
  20. Abrir a porteira
  21. Abrir as pernas
  22. Acalmar a perseguida
  23. Acasalar
  24. Bater saquinho
  25. Afogar o ganso
  26. Aliviar a pressão
  27. Bater cartão
  28. Conjunção carnal
  29. Consumar a relação
  30. Amar (mais que viadagem!)
  31. Bater um papo cabeça
  32. Aquecer o pirú
  33. Arregaçar uma buça, xana ou cú
  34. Atochar
  35. Atravessar
  36. Botar a cabeça pra trabalhar
  37. Botar pra foder
  38. Botar pra quebrar
  39. Desbravar a selva
  40. Passar a noite em claro (fazendo o que eu nããão sei!)
  41. Passar a vara
  42. Oba-Oba

BOM ACHO QUE ISSO EXPLICA kkkk \0



Posted 6 Setembro 2014, Há 1 semana | 138 notas | reblog this post
(originally festeiro / via poxa-m0rena)

deu saudade, mas você não merece saber não


Posted 2 Setembro 2014, Há 1 semana | 784 notas | reblog this post
(originally ruazeiro / via o-d3stino)

Posted 2 Setembro 2014, Há 1 semana | 5.600 notas | reblog this post
(originally perdisawn / via euamojem)

Posted 2 Setembro 2014, Há 1 semana | 4.011 notas | reblog this post
(originally orgazando / via sertanejadogoias)

Saudades de ter tempo de ficar aqui, fazer postagens, escrever fic… :/


Posted 2 Setembro 2014, Há 1 semana | reblog this post